Isso mesmo! Quando você consome do Produtos da Terra PR, você está fortalecendo os trabalhos de pessoas do campo e da cidade, que se organizam coletivamente para produzir, beneficiar e comercializar as delícias que você encontra aqui. E essa organização coletiva do trabalho acontece baixo três principais princípios: o da autogestão, o da cooperação e o da solidariedade. Esses princípios são o tripé em que a Economia Solidária  (EcoSol) se apoia para fomentar uma economia que rompa com uma lógica de exploração do trabalho para o benefício de poucos, gerando uma economia emancipadora, em prol da vida ✊

A iniciativa Produtos da Terra faz parte da Rede Mandala, uma rede de Economia Solidária no estado do Paraná, que une trabalhadores/as do campo e da cidade com o objetivo de fomentar a produção e a comercialização de produtos e serviços.

A Economia Solidária é a prática de relações econômicas e sociais que tem a vida como prioridade. Tem por característica a valorização social do trabalho humano e o organiza a partir de alguns príncipios como a Autogestão, a Solidariedade e a Cooperação.

Autogestão é quando os/as trabalhadores/as tomam suas próprias decisões de forma coletiva e participativa, sendo igualmente donos/as do seu empreendimento.
Cooperação é a união dos esforços e capacidades de todos e todas, em prol dos objetivos decididos coletivamente.
Solidariedade é a justa distribuição dos resultados e das oportunidades de desenvolvimento, além do cuidado com o meio-ambiente e o bem-estar de trabalhadores/as e de consumidores/as.

EcoSol não é uma alternativa, mas uma oposição ao modelo capitalista. Tem suas origens na Europa do século XIX, nas lutas trabalhistas, no anarquismo e nas primeiras cooperativas de trabalhadores/as. No Brasil, a EcoSol encontrou a Educação Popular de Paulo Freire e incorporou princípios como a Valorização dos Saberes Locais e a Emancipação.

No âmbito do governo federal, entre 2003 e 2018, a EcoSol contava com uma secretaria própria (SENAES) na política pública de trabalho e geração de renda. No atual governo, a partir de 2019, passou a ser um departamento associado às políticas de inclusão social. Apesar do imenso retrocesso, o movimento da Economia Solidária continua resistindo, lutando e trabalhando.

Em constante construção, a EcoSol se organiza em clubes de troca, cooperativas, associações, redes de empreendimentos econômicos solidários, coletivos informais e entidades de apoio para fortalecer os/as trabalhadores/as de maneira coletiva.

E olha que delícia: essa semana, uma das entidades de apoio e fomento de nossa rede está de aniversário! O Centro de Formação Urbano Rural Irmã Araújo, o @cefuria, completa 40 anos de sua trajetória no fortalecimento das construções populares de uma outra sociedade, de uma outra economia, de uma outra educação. Viva o CEFURIA! Para saber como vai ser essa festança, fique de olho nas redes sociais do Cefuria: www.instagram.com/cefuria.irma.araujo/ www.facebook.com/cefuria

Fonte: www.cefuria.org.br – Cartilhas e Artigos